domingo, 15 de abril de 2018

Os Imbatíveis



Rochester Rhinos protagonizou um feito incrível conquistando a Lamar Hunt U.S. Open Cup de 1999 derrotando o Colorado Rapids na final tornando-se a primeira franquia de uma Liga Minor (USL A-League) a conquistar a competição desde que a Major League Soccer foi criada em 1996. A cidade de Rochester localizada no estado de New York tem muita tradição no soccer com times notáveis como o próprio Rochester Rhinos e o Rochester Lancers que disputou na North American Soccer League e em ligas no soccer indoor. Com todo esse currículo, Rochester Rhinos visou entrar na Major League Soccer, o time tinha uma média de público de 11,551 torcedores e por vezes levava em torno de 15 mil fans nos seus jogos superando algumas equipes da Major League Soccer. O time tinha potencial para se afiliar a principal liga do país, mas fatores econômicos impediram que os Rhinos entrassem na Major League Soccer.

Fundado em 1996 o Rochester Rhinos tinha um elenco de jogadores veteranos com experiência no outdoor e indoor soccer na temporada de 1999. O treinador Pat Ercoli tinha bons jogadores a sua disposição como o goleiro Pat Onstad que fez uma carreira de sucesso na seleção canadense e na Major League Soccer, o zagueiro Scott Schweitzer, o meio-campista Yari Allnut que jogou pela seleção americana e o atacante Doug Miller que é um dos maiores artilheiros da franquia. Outros nomes como Craig Demmin, Bill Sedgewick, Lenin Steenkamp, Mauro Biello e Mali Walton também se destacavam na equipe. 

O primeiro adversário do Rochester Rhinos na Lamar Hunt U.S. Open foi o New York Freedom (USL PDL) no segundo round da competição. Foi um jogo disputado que só foi decidido no gol de ouro. Rhinos venceram por 2-1 com gols de Mauro Biello e Darren Tilley. Rodney Rambo fez pelo Freedom. Rochester Rhinos teve um verdadeiro trabalho hercúleo ao enfrentar o Chicago Fire que conquistou o Double em 1998 vencendo a MLS Cup e U.S. Open Cup de 1998 no terceiro round. Rhinos não se intimidou e derrotou o time de Illinois com um gol solitário do meio-campista Yari Allnutt.

Rochester Rhinos continuou na sua performance magistral eliminado os poderosos times da Major League Soccer. Nas quartas de final eliminou o Dallas Burn por 2-1, Mauro Biello e Michael Kirmse marcaram pelo Rhinos e o lendário Jason Kreis descontou pelo time texano. Na semifinal o Rochester derrotou o Columbus Crew por 3-2. Darren Tilley, Scott Schweitzer e Tim Hardy marcaram pelo Rhinos. Robert Warzycha e Brian West marcaram pelo time de Ohio. 

A grande final foi realizada no Crew Stadium, o primeiro estádio especifico para o futebol da Major League Soccer. Rochester Rhinos derrotou o Colorado Rapids por 2-0, Doug Miller e Yari Allnutt foram os autores dos gols dos Rhinos que protagonizou uma excelente performance se consagrando campeão da Lamar Hunt U.S. Open de 1999 eliminado quatro equipes da Major League Soccer na competição.

terça-feira, 27 de março de 2018

Estados Unidos 1-0 Paraguai (Amistoso)


A seleção masculina americana derrotou Paraguai por 1-0 com uma equipe alternativa no Sahlen’s Stadium, Carolina do Norte com um público de 9,895 torcedores. O único gol da partida foi marcado por Bobby Wood de pênalti aos 45 minutos do primeiro tempo, ele não marcava um gol por clube ou seleção desde outubro do ano passado. Estados Unidos venceu a sua primeira partida desde a fatídica derrota para Trinidade e Tobago que custou a Copa do Mundo de 2018 para os americanos. Foi o segundo jogo do ano dos U.S. Team que empatou com a Bósnia Herzegovina por 0-0 no dia 29 de janeiro.

Estados Unidos fez um bom resultado, controlou o jogo com boa movimentação e troca de passes, mas não foi um ótimo desempenho. Na verdade, Paraguai fez uma performance pobre sendo um time nervoso e pouco efetivo. Los Guaraníes visam se preparar para Copa America de 2019 e precisam de muito ajustes para ser um time competitivo. A seleção yankee teve uma clara evolução desde sua última partida, mas também precisa mudar, ter mais objetividade e ser mais ambiciosa para ter um futuro mais promissor.

O próximo adversário dos Estados Unidos é a Bolívia que também não se classificou para Copa do Mundo de 2018, o jogo vai ser realizado no PPL Park em Chester, Philadelphia. A última vez que as duas equipes se enfrentaram foi em 2016 numa partida amistosa, os americanos golearam os bolivianos por 4-0 no Children's Mercy Park, estádio do Sporting Kansas City que disputa a Major League Soccer.

Curiosidades:

Estados Unidos e Paraguai se enfrentaram pela primeira vez na Copa do Mundo de 1930, os americanos venceram por 3-0, os três gols foram marcados por Bert Patenaude que foi o primeiro jogador a marcar um hat trick numa Copa do Mundo.

Jimmy Douglas foi o primeiro goleiro a ter um Shutout (jogo sem sofrer gol) numa Copa do Mundo, foi na vitória americana sobre o Paraguai por 3-0.

Estados Unidos tem um recorde de 3-1-2 (V-D-E) jogando na Carolina do Norte.

As duas seleções se enfrentaram por duas vezes na Copa América, a primeira em 2007, os paraguaios venceram por 3-1. A segunda foi em 2016, os americanos venceram por 1-0.

Bert Patenaude é o artilheiro do confronto com três gols.

Dezenove dos vinte e três jogadores convocados tem menos de vinte quatro anos.

O time yankee tem um recorde de 4-2-2 (V-D-E) contra os paraguaios.

Tim Weah é o primeiro jogador nascido em 2000 a jogar pela seleção americana.

Andrija Novakovich, Tim Weah e Marky Delgado estrearam pela seleção americana principal.

Joe Nagbe e George Weah foram lendários companheiros de equipe pela seleção da Libéria, agora seus filhos jogaram juntos pela primeira vez pela seleção americana.

quarta-feira, 21 de março de 2018

Conheça o Utah Royals FC




Utah Royals FC é a mais nova franquia da National Women's Soccer League que é a principal competição de futebol feminino nos Estados Unidos. A equipe foi fundada no dia primeiro de dezembro de 2017 e irá fazer a sua estreia na temporada de 2018. Royals FC é o terceiro time de futebol feminino da cidade de Utah na história: Rush Salt Lake City e Utah Starzz ambos da Women's Premier Soccer League.

Real Sal Lake, um dos times mais tradicionais da Major League Soccer adquiriu uma franquia na National Women's Soccer League criando o Utah Royals FC que substituiu o bicampeão da liga FC Kansas City que encerrou suas atividades em 2017. Os contratos das jogadoras, escolhas de draft e outros direitos do Kansas foram transferidos para o novo time de Utah que irá sediar os seus jogos no Rio Tinto Stadium, mesmo estádio do Real Salt Lake que tem capacidade de 20,213 torcedores.

Utah Royals FC fez um investimento ambicioso para esta temporada contratado a veterana treinadora Laura Harvey que tem um recorde de 164-58-45 (V-D-E). O elenco da equipe de Utah é um dos mais fortes da liga com várias jogadoras experientes de diferentes seleções do futebol feminino internacional. Royals FC também tem jogadoras promissoras que se destacaram no College Soccer que em breve vão se destacar internacionalmente. As líderes do time são Kelley O'Hara e Becky Sauerbrunn, ambas com mais de cem jogos pela seleção americana de futebol feminino.


Elenco

Goleiras (2): Nicole Barnhart, Abby Smith.

Defesas (7): Rachel Corsie, Brooke Elby, Sydney Miramontez, Rebecca Moros, Kelley O’Hara, Becky Sauerbrunn, Alex Arlitt.

Meio-campistas (10): Gunhildur Yrsa Jónsdóttir, Maegan Kelly (INTL-CAN), Lo’eau LaBonta, Mandy Laddish, Taylor Lytle, Diana Matheson, Alexa Newfield, Desiree Scott, Erika Tymrak, Katrina Gorry.

Atacantes (5): Katie Bowen, Brittany Ratcliffe, Katie Stengel, Elise Thorsnes, Amy Rodriguez. 

domingo, 18 de março de 2018

Estados Unidos vs. Paraguai (amistoso)



Os Estados Unidos vão enfrentar o Paraguai no dia 27 de março no seu segundo amistoso do ano, o jogo será realizado no Sahlen's Stadium em Cary, Carolina do Norte. A última vez que as duas seleções se enfrentaram foi na Copa América de 2016, os americanos venceram por 1-0. O time yankee tem um recorde de 3-2-2 (V-D-E) contra os paraguaios.

O treinador interino Dave Sarachan irá fazer o seu terceiro jogo no comando da seleção masculina americana após empates contra Portugal por 1-1 em novembro de 2017 e Bósnia Herzegovina por 0-0 em janeiro desse ano. A United States Soccer Federation (USSF) anunciou que o contrato com Sarachan vai ser estendido até junho.

Dave Sarachan convocou vinte e três jogadores para o amistoso contra o Paraguai, a lista dos convocados é formada por jogadores jovens promissores que atuam na Europa, apenas quatro jogam na Major League Soccer. A grande novidade é o atacante Andrija Novakovich que fez dezoito gols em vinte nove jogos pelo SC Telstar na segunda divisão holandesa.

O treinador interino chamou jogadores interessantes como Will Trapp que é um dos melhores volantes da Major League Soccer. Matt Miazga que faz grande performance pelo Vitesse na Eredivisie (primeira divisão holandesa). O lateral Shaq Moore que joga na primeira divisão espanhola e o atacante Tim Weah que é um jogador muito promissor.

Infelizmente Christian Ramirez foi esnobado novamente, ele é o atacante americano que mais marcou gols desde 2014. Ethan Finlay também poderia ter sido convocado, ele marcou dois gols e fez uma assistência em três jogos pelo Minnesota United nesta temporada.

Convocados dos EUA

Goleiros: Alex Bono (Toronto FC/CAN; 0/0), Bill Hamid (Midtjylland/DEN; 5/0), Zack Steffen (Columbus Crew SC; 1/0)

Defesas: Cameron Carter-Vickers (Ipswich Town/ENG; 1/0), Eric Lichaj (Nottingham Forest/ENG; 14/1), Matt Miazga (Vitesse/NED; 4/1), Shaq Moore (Levante/ESP; 0/0), Erik Palmer-Brown (Kortrijk/BEL; 0/0), Antonee Robinson (Bolton Wanderers/ENG; 0/0), Jorge Villafana (Santos Laguna/MEX; 15/0), DeAndre Yedlin (Newcastle United/ENG; 49/0)

Meio-Campistas: Tyler Adams (New York Red Bulls; 2/0), Marky Delgado (Toronto FC/CAN; 0/0), Weston McKennie (Schalke/GER; 1/1), Darlington Nagbe (Atlanta United FC; 24/1), Cristian Roldan (Seattle Sounders FC; 2/0), Kenny Saief (Anderlecht/BEL; 1/0), Wil Trapp (Columbus Crew SC; 3/0), Tim Weah (Paris Saint-Germain/FRA; 0/0), Kekuta Manneh (Pachuca/MEX; 0/0)

Atacantes: Andrija Novakovich (Telstar/NED; 0/0), Rubio Rubin (Club Tijuana/MEX; 4/0), Bobby Wood (Hamburg/GER; 36/10)

Convocados do Paraguai 

Goleiros (2): Roberto Fernandez (Botafogo/BRA; 0/0), Alfredo Aguilar (Olimpia; 0/0)

Defesas (6): Junior Alonso (Lille/FRA; 16/1), Fabian Balbuena (Corinthians/BRA; 5/0), Luis de la Cruz (Guarani; 0/0), Gustavo Gomez (AC Milan/ITA; 27/2), Juan Patiño (Olimpia; 3/0), Bruno Valdez (Club America/MEX; 20/1)

Meio-Campistas (10): Miguel Almiron (Atlanta United FC/USA; 12/0), Nestor Camacho (Olimpia; 8/1), Cecilio Dominguez (Club America/MEX; 9/0), Derlis Gonzalez (Dinamo Kiev/UKR; 28/4), Richard Ortiz (Olimpia; 29/5), Hernan Perez (Deportivo Alaves/ESP; 29/1), Cristian Riveros (Libertad; 101/16), Juan Rojas (Cerro Porteño; 15/0), Oscar Romero (Shanghai Shenhua/CHN; 34/2), Richard Sanchez (Olimpia; 0/0)

Atacantes (3):Roberto Ovelar (Millonarios/COL; 0/0), Angel Romero (Corinthians/BRA; 12/2), Federico Santander (FC Copenhagen/DEN; 14/1)

Curiosidades

Estados Unidos e Paraguai se enfrentaram pela primeira vez na Copa do Mundo de 1930, os americanos venceram por 3-0, os três gols foram marcados por Bert Patenaude que foi o primeiro jogador a marcar um hat trick numa Copa do Mundo.

Jimmy Douglas foi o primeiro goleiro a ter um Shutout (jogo sem sofrer gol) numa Copa do Mundo, foi na vitória americana sobre o Paraguai por 3-0.

Estados Unidos tem um recorde de 2-1-2 (V-D-E) jogando na Carolina do Norte.

As duas seleções se enfrentaram por duas vezes na Copa América, a primeira em 2007, os paraguaios venceram por 3-1. A segunda foi em 2016, os americanos venceram por 1-0.

Bert Patenaude é o artilheiro do confronto com três gols.

Dezenove dos vinte e três jogadores convocados tem menos de vinte quatro anos.

Seis jogadores podem estrear na seleção principal: Andrija Novakovich, Tim Weah, Kekuta Manneh, Marky Delgado, Alex Bono e Shaq Moore.

sexta-feira, 16 de março de 2018

Ponta Delgada S.C.



Ponta Delgada S.C. foi um time de futebol dos Estados Unidos baseado em Fall River, Massachusetts. Considerado um dos times mais tradicionais no esporte do país o Ponta Delgada S.C. era uma das principais forças entre os anos 1940 e 1950. O clube foi fundado por portugueses que homenagearam a cidade Ponta Delgada, a capital dos Açores que fica em numa região de Portugal. Os jogos do Ponta Delgada S.C. eram realizados no Mark's Stadium que foi um dos primeiros estádios específicos de futebol nos Estados Unidos. Mark's Stadium também foi sede do Fall River Marksmen que também escreveu sua história sendo um dos times de futebol mais tradicionais dos Estados Unidos.

Ponta Delgada S.C. foi um dos times mais prolíficos de seu tempo conquistando títulos importantes nos Estados Unidos como seis National Amateur Cup: 1938, 1946, 1947, 1948, 1950 e 1953. Um título na National Challenge Cup (hoje Lamar Hunt U.S. Open Cup) em 1947 chegando a disputar duas finais nessa competição em 1946 e em 1950. Uma American Soccer League (New England Division) na temporada 1952-53 e uma competição regional (National Soccer League of New England) em 1948. Ed Souza e John Souza foram os melhores jogadores da equipe. Eles jogaram na folclórica vitória dos Estados Unidos por 1-0 sobre a Inglaterra na Copa do Mundo no Brasil de 1950.

Curiosamente o Ponta Delgada S.C. representou os Estados Unidos na NAFC Championship (antiga competição de seleção disputada somente com países da América do Norte) em 1947. Neste ano o time de Massachusetts conquistou o Double vencendo a National Challenge Cup e National Amateur Cup e por esse feito ganhou o direito de representar o país no torneio continental. O valente time viajou a Cuba (sede da NAFC DE 1947) e mesmo atuando pela seleção americana (United States Federation) o Ponta Delgada teve que pagar pela própria viagem. Estados Unidos ou melhor Ponta Delgada perdeu os dois jogos na NAFC Championship, 5-0 para México e 5-2 para Cuba.

Ponta Delgada S.C. teve muita tradição em servir jogadores ao time nacional dos Estados Unidos, não só na NAFC Championship de 1947, mas também em competições internacionais importantes como Copa do Mundo e Olimpíadas. Três jogadores (Ed Souza, John Souza e Walter Stein) foram selecionados para Copa do Mundo no Brasil em 1950. Cinco jogadores (Ed Souza, John Souza, Joseph Rego-Costa, Manuel Martin e Joe Ferreira) foram convocados para os jogos Olímpicos de verão na Suécia em 1948.

Jogadores que representaram os Estados Unidos na NAFC Championship de 1947.

Walter Romanowicz
Joe Machado
Manuel Martin
Joseph Rego-Costa
Jesse Braga
Joe Ferreira
Joseph Michaels
Ed Valentine
Frank Moniz
Ed Souza
John Souza
John Travis

domingo, 21 de janeiro de 2018

Estados Unidos vs. Bósnia e Herzegovina (Amistoso)




Os Estados Unidos vão enfrentar a Bósnia e Herzegovina no dia 28 de janeiro em seu primeiro amistoso do ano, a partida será realizada no StubHub Center em Los Angeles, Califórnia. Os americanos têm um retrospecto no StubHub Center com um recorde de onze vitórias, duas derrotas e dois empates desde que o estádio passou a sediar os jogos da seleção Yankee em 2004. 

A federação Bósnia de futebol foi formada em 1992 quando o pais se tornou independente da Iugoslávia. Estados Unidos e Bósnia e Herzegovina se enfrentaram apenas por uma vez, foi em agosto de 2013, os americanos venceram por 4-3 com um gol de Eddie Johnson e três de Jozy Altidore.  

O treinador interino Dave Sarachan convocou trinta jogadores para January Camp na preparação do amistoso contra a Bósnia e Herzegovina. A lista dos convocados é formada por jogadores jovens promissores como Danny Acosta, Tyler Adams, Justen Glad e Brooks Lennon que jogaram a Copa o Mundo sub-20 de 2017.  

A lista também conta com jogadores jovens que se destacaram na Major League Soccer na temporada passada como Coy Cropper, Zack Steffen, Nick Lima, Tyler Adams e Walker Zimmerman. Os meio-campistas Paul Arriola e Kelyn Rowe são excelentes jogadores e dão mais criatividade e velocidade ao time.   

A maior novidade foi a convocação do atacante artilheiro Christian Ramirez que foi ignorado por quase dois anos pela seleção americana e finalmente foi convocado. Ramirez fez quatorze gols (nenhum de pênalti) na temporada passada pelo Minnesota United FC na Major League Soccer, ele é o segundo maior artilheiro a história a North American Soccer League (2010-presente) com cinquenta gols.  

Convocados

Goleiros (4): Alex Bono (Toronto FC/CAN; 0/0), Bill Hamid (Midtjylland/DEN; 4/0), Cody Cropper (New England Revolution; 0/0), Zack Steffen (Columbus Crew SC; 0/0)

Defesas (9): Danny Acosta (Real Salt Lake; 0/0), Justen Glad (Real Salt Lake; 0/0), Nick Lima (San Jose Earthquakes; 0/0), Justin Morrow (Toronto FC/CAN; 3/0), Ike Opara (Sporting Kansas City; 0/0), Tim Parker (Vancouver Whitecaps FC/CAN; 0/0), Matt Polster (Chicago Fire; 0/0), Brandon Vincent (Chicago Fire; 1/0), Walker Zimmerman (Los Angeles Football Club; 1/0)

Meio-Campistas (11): Tyler Adams (New York Red Bulls; 1/0), Paul Arriola (D.C. United; 15/2), Russell Canouse (D.C. United; 0/0), Marky Delgado (Toronto FC/CAN; 0/0), Marlon Hairston (Colorado Rapids; 0/0), Ian Harkes (D.C. United; 0/0), Brooks Lennon (Real Salt Lake; 0/0), Cristian Roldan (Seattle Sounders FC; 1/0), Kelyn Rowe (New England Revolution; 3/1), Wil Trapp (Columbus Crew SC; 2/0), Gyasi Zardes (LA Galaxy; 37/6)


Atacantes (6): Juan Agudelo (New England Revolution; 27/3), Dom Dwyer (Orlando City SC; 4/2), Jordan Morris (Seattle Sounders FC; 24/5), Christian Ramirez (Minnesota United FC; 0/0), Rubio Rubin (Unattached; 4/0), CJ Sapong (Philadelphia Union; 3/0)

Nota: Dom Dwyer cortado por lesão.

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

2018 NWSL College Draft


National Women's Soccer League College Draft é um evento anual que acontece em janeiro de cada ano, onde as equipes da Liga (NWSL) selecionam as jogadares que estiverem em sua temporada sénior na faculdade ou esgotaram a elegibilidade da faculdade. O Draft universitário da NWSL foi instituído em 2013 alguns meses antes do início da temporada inaugural da liga.

O draft é composto por quatro rodadas em que cada clube tem uma seleção, cuja ordem é determinada por uma combinação das posições dos playoffs e da temporada regular das equipes, com a equipe da última colocação ou qualquer equipe de expansão escolhendo primeiro.

NWSL College Draft de 2018 foi o sexto da história da liga e foi realizado na Philadelphia, Pennsylvania. Quarenta das melhoras jogadoras do futebol universitário foram escolhidas pelas franquias da principal divisão do futebol feminino dos Estados Unidos sendo que trinta e cinco são americanas, duas são canadenses, uma é portuguesa, uma é mexicana e uma é espanhola.


Alguns destaques

Nome: Tomas Imani Dorsey
Nacionalidade: EUA
Posição: Atacante
Round 1/Pick 5
Clube: Sky Blue FC

Imani Dorsey é uma atacante promissora muito ofensiva e veloz, ela foi uma das principais jogadoras da Duke Blue Devils e das seleções juniores dos Estados Unidos.


Nome: Andi Sullivan
Nacionalidade: EUA
Posição: Meio-Campista
Round 1/Pick 1
Clube: Washington Spirit

Andi Sullivan, uma meio-campista versátil e muito promissora que já disputou sete jogos pela seleção americana desde 2016. Ela marcou 20 gols e fez 19 assistências pela Stanford Cardinal que venceu a NCAA Division I Women's Soccer Championship de 2017.

Nome: Rebecca Quinn
Nacionalidade: Canadá
Posição: Meio-Campista-Defesa
Round 1/Pick 3
Clube: Washington Spirit

Rebecca Quinn é considerada uma das maiores promessas do futebol feminino canadense. Ela tem uma vasta experiencie internacional com impressionantes trinta e três jogos pela seleção do Canadá. Quinn foi medialista de bronze pelo seu país nas Olimpíadas do Rio de Janeiro de 2016.


Nome: Morgan Reid
Nacionalidade: EUA
Posição: Zagueira
Round 4/Pick 38
Clube:  North Carolina Courage

Morgan Reid é uma zagueira muito sólida, ela se destacou por sua segurança e pela sua forte fisicamente. Ela é uma jogadora muito promissora e pode ser um dos destaques da liga nesta temporada.

Nome: Jane Proctor
Nacionalidade: EUA
Posição: Goleira
Rodada 4 / Pick 34
Clube: Utah Royals

Jane Proctor é uma jogadora com muito potencial e tem qualidade o suficiente para ser titular do Utah Royals, ela foi uma das melhores goleiras do futebol universitário.