segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Estados Unidos vs Trinidade e Tobago (Eliminatórias para Copa do Mundo de 2018)



Nesta terça feira dia 17 de novembro a seleção americana viaja a Port of Spain para enfrentar a Trinidade e Tobago pelo segundo jogo do quarto round das eliminatórias da CONCACAF para Copa do Mudo de 2018 . Os americanos ganharam o primeiro jogo em ritmo de treino por 6a1 de Saint Vincente and the Grenadines enquanto Trinidade e Tobago ganhou da Guatemala por 2a1 . As duas equipes já se enfrentaram por vinte e quatro vezes com dezenove vitorias americanas, duas vitorias de Trinidade e três empates . O jogo mais notável entre as duas equipes aconteceu em 1989 em Port of Spain, pela as eliminatórias ( CONCACAF Championship ) para Copa do Mundo de 1990 e ficou conhecido como e ficou conhecido como Shout Around the World, isso por que   Paul Caligiuri marcou o gol que mudou o soccer dos Estados Unidos para sempre, gol que deu a vitoria e a classificação dos Estados Unidos para Copa do Mundo de 1990 depois de uma espera de 40 anos. Esse jogo lendário fará o ser vigésimo sexto aniversário em 19 de novembro .


Convocação

GOALKEEPERS (3): Brad Guzan (Aston Villa), Bill Hamid (D.C. United), Tim Howard (Everton)

DEFENDERS (8): Ventura Alvarado (Club America), Matt Besler (Sporting Kansas City), Geoff Cameron (Stoke City), Fabian Johnson (Borussia Mönchengladbach), Matt Miazga (New York Red Bulls), Michael Orozco (Club Tijuana), Tim Ream (Fulham FC), Brek Shea (Orlando City SC)

MIDFIELDERS (7): Kyle Beckerman (Real Salt Lake), Michael Bradley (Toronto FC), Mix Diskerud (New York City FC), Miguel Ibarra (Club Leon), Jermaine Jones (New England Revolution), Darlington Nagbe (Portland Timbers), DeAndre Yedlin (Sunderland)


FORWARDS (5): Jozy Altidore (Toronto FC), Alan Gordon (LA Galaxy), Jordan Morris (Stanford), Bobby Wood (Union Berlin), Gyasi Zardes (LA Galaxy)




Pré Jogo 
EUA XI (4-4-2) Howard; Orozco, Cameron, Besler, Ream; Yedlin, Jones, Bradley, Johnson; Zardes, Altidore.

Trinidade e Tobago XI (4-4-2) Williams, Cyrus, Bark, Bateau, Williams, Cato, George, Boucaud, Jones, Jones, Hyland .

Jogo 

Estados Unidos ficam no 0a0 com Trinidade e Tobago : O primeiro tempo foi bem morno, nenhuma das equipes chegou com grande perigo de gol . Aos 19 minutos Fabian Johnson chutou de fora da área mas o goleiros Williams defendeu .A melhor chance de Trinidade e Tobago foi no final do primeiro tempo numa cobrança de falta no meio do gol que foi defendida com tranquilidade por Howard . Aos 46 minutos Yedlin criou boa jogada, passou para Altidore que fez um belo cruzamento para Zardes que cabeceou na trave . Aos 77 minutos Jones arriscou de fora da área e certou no travessão,Williams ainda encostou na bola sedendo escanteio os Estados Unidos . Aos 86 Trinidade e Tobago chegou com perigo num contra ataque mas o jogador da equipe caribenha mandou para fora .

Notas 

Howard (6,0)  Teve pouco trabalho .

Orozco (5,5) Deixou espaços pelo seu lado .

Cameron (6,5) Esteve atento na defesa

Besler (6,5) Foi corajoso pela disputa de bolas .

Ream (5,5) Teve dificuldade na marcação .

Yedlin (5,0) Apoiou pouco .

Jones (6,5) Fez um bom trabalho na defesa pelo meio, conseguiu fazer o lance mais perigoso dos EUA com um belo chute de fora da área .

Bradley (5,0) Criou pouco, teve dificuldade para marcar .

Johnson (5,0) Muito apagado no jogo .

Zardes (4,5) Perdeu um boa chance, errou tecnicamente em alguns lances .

Altidore (5,5) Lutou mas não conseguiu ser efetivo .

Nagbe (5,0) Entrou e puco fez .

Wood (4,5) Parecia que não estava no jogo .

Klnsmann (5,5) Sua equipe foi preguiçosa, o meio campo foi vencido pela marcação de Trinidade e Tobago e mesmo assim fez pouco para mudar isso .

Trinidade e Tobago : Uma equipe veloz que jogou bem fechado, Cato e Jones foram dos destaques de time .

Arbitragem : Foi bem num jogo calmo .


Análise do Jogo .

Eu gosto muito quando os Estados Unidos jogam de 4-4-2, o XI inicial também foi do meu agrado principalmente a dubla de zaga .  Apesar disso os Estados  Unidos não fizeram um bom, tiveram muita dificuldade na criação de jogadas sobretudo no primeiro tempo . A defesa apresentou dificuldade com a velocidade dos jogadores da seleção caribenha, principalmente pelos lados. Os Estados Unidos mesmo jogando fora de casa e sem desvalorizar a seleção da casa, deveria ter feito uma partida melhor o time tem apresentado falhas pelo meio campo, tem tido dificuldades na criação . Eu fico impressionado como a equipe sente a falta de  Donovan que nessas horas era sempre diferenciado . O ataque também pecou, Zardes errou muito e Klinsmann demorou para mudar o time . Memso que Trinidade tenha atacado mais, Howard trabalhou pouco provando que a defesa americana esta fazendo um bom trabalho dificultando o ataque adversário mas temos que entender que contra uma seleção mais forte os Estaods Unidos talvez não tenham tanta sorte .

Classificação do Grupo

https://en.wikipedia.org/wiki/2018_FIFA_World_Cup_qualification_%E2%80%93_CONCACAF_Fourth_Round


Link

http://matchcenter.mlssoccer.com/matchcenter/2015-11-17-trinidad-and-tobago-vs-us-mens-national-team/recap

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Estados Unidos vs Saint Vincent and the Grenadines (Eliminatórias para Copa do Mundo de 2018)




Foi anunciada a convocação da seleção americana para os dois primeiros jogos do quarto round das eliminatórias da CONCACAF para a Copa do Mundo na Russia em 2018 . Os Estados Unidos estão no Grupo C junto de Saint Vincent and the Grenadines, Guatemala e Trinidade e Tobago . Os dois primeiros adversários dos Estados Unidos são Saint Vincent and the Grenadines no dia 13 de novembro e Trinidade e Tobago no dia 17 de novembro .Eu acredito que os americanos terão um jogo fácil contra Saint Vincent, uma vitoria de quatro gols ou mais deve ser o resultado da partida. O jogo será disputado no  Busch Stadium em  St. Louis, Missouri .

Convocação 

GOALKEEPERS (3): Brad Guzan (Aston Villa), Bill Hamid (D.C. United), Tim Howard (Everton)

DEFENDERS (8): Ventura Alvarado (Club America), Matt Besler (Sporting Kansas City), Geoff Cameron (Stoke City), Fabian Johnson (Borussia Mönchengladbach), Matt Miazga (New York Red Bulls), Michael Orozco (Club Tijuana), Tim Ream (Fulham FC), Brek Shea (Orlando City SC)

MIDFIELDERS (7): Kyle Beckerman (Real Salt Lake), Michael Bradley (Toronto FC), Mix Diskerud (New York City FC), Miguel Ibarra (Club Leon), Jermaine Jones (New England Revolution), Darlington Nagbe (Portland Timbers), DeAndre Yedlin (Sunderland)

FORWARDS (5): Jozy Altidore (Toronto FC), Alan Gordon (LA Galaxy), Jordan Morris (Stanford), Bobby Wood (Union Berlin), Gyasi Zardes (LA Galaxy)


Análise da Convocação

Para mim Klinsmann só convocou Nagbe para dar o que o público quer já que esse ano ele foi muito questionado pelas atuações dos Estados Unidos nos últimos jogos principalmente na Gold Cup 2015,  eu acredito que Nagbe seja um jogador super valorizado, principalmente pela mídia . As maiores ausências foram Clint Dempsey,John Brooks, Aron Jóhannsson, Alejandro Bedoya ( se recuperando de lesão )  e Timothy Chandler jogadores que Klinsmann costuma convocar .  Outro ignorado é Sasha Kljestan que a tempos merece ser chamado para seleção, ele que foi um dos lideres do NY Red Bulls no titulo da Supporters' Shield . Eu não gostei nenhum pouco da convocação de Allan Gordon para mim ele não merece estar na seleção americana, eu não entendo por que Klinsmann não convoca jogadores como Jack McInerney, Sebastian Lletget, Ethan Finlay, Harry Shipp etc . Este jogo contra  Saint Vicenent iria ser perfeito para testar esse jogadores . Além de Nagbe a novidade do time é Matt Miazga, zagueiro com potencial que pode estar nos jogos olímpicos em 2016 .


Pré Jogo 

EUA XI (4-4-2): Guzan; Yedlin, Cameron, Besler, Ream; Zardes, Jones, Bradley ©, Johnson; Wood, Altidore

Saint Vincent and the Grenadines ( 4-4-2 ) : McDowall, Richards, Richardson, Francis, Hamlet, Anderson, Prescott, Bowens, McBurnette, Slater, James .




Em ritmo de treino, Estados Unidos Goleiam Saint Vincent and the Grenadines : Logo aos  4 minutos do primeiro tempo  Saint Vincent and the Grenadines abriu o placar com Oalex Anderson depois que Geoff Cameron afastou mal a bola. 6 minutos depois, numa boa jogada entre Bradley e Yedlin que  cruzou para  Wood de cabeça empatar o jogo . Os americanos dominavam o jogo mas o gol da virada só saiu aos 29 quando Altidore sofreu uma falta, Fabian Johnson fez a cobrança a bola desviou na barreira matando o goleiro McDowall. O terceiro gol dos Estados Unidos saiu numa cobrança de escanteio, o zagueiro de  Saint Vincent and the Grenadines cabeceou para trás a bola sobrou para Altidore que de cabeça deixou o dele . Após terem duas boas chances de gol os Estados Unidos chegaram ao quarto gol numa cobrança de escanteio, Fabian Jonhson bateu, Wood de cabeça para de Cameron que cabeceou para dentro do gol . Os Estados Unidos chegaram ao quinto com Zardes gol depois do passe de Altidore . Aos 73 minutos Jones passou para Altidore que marcou o sexto gol .

Notas 

Guzan (5,5) Não teve culpa no gol, não foi exigido .

Yedlin (7,0) Jogou bem pelo seu lado, deu um passe para gol .

Cameron (6,0) Errou no lance gol, se redimiu marcando um gol .

Besler (6,5) Fez um boa partida .

Ream (7,0)  Apoiou e defendeu bem na esquerda .

Zardes (7,0) Não foi bem no primeiro tempo, mas no segundo tempo melhorou e ainda fez um gol .

Jones (6,0) Um pouco lento no meio .

Bradley (6,5) Foi o responsável pela distribuição de passes, podia ter sido melhor .

Johnson (8,0) Fez um gol, foi o jogador que mais criou jogadas .

Wood (7,0) Foi oportunista .

Altidore (7,5) Marcou dois gols, fez uma boa partida .

Nagbe (5,5) Discreto

Morris (5,5) Também foi discreto .

Miazga  (5,5) Não teve trabalho nenhum .

Klinsmann (6,5) Montou um XI inicial interessante, o time jogou em ritmo de treino, suas substituições  não vingaram .

Saint Vincent and the Grenadines : Uma seleção fraca e frágil, méritos para Anderson que foi muito inteligente no seu gol .

Arbitragem : Teve um jogo muito fácil, esteve bem .

Análise do Jogo 

Gosto dos EUA jogando no 4-4-2, e também achei o XI inicial, mas achei que U.S. Team teve uma atuação fraca no primeiro tempo, levou um gol num erro individual e apesar da fragilidade do adversário os americanos podiam ter tido  um aproveitamento melhor no toque de bolas, oportunidades criadas e em gols . No segundo o time melhorou . Para mim esse jogo no prova nada, Saint Vincent and the Grenadines é um time amador, os Estados Unidos jogaram em ritmo de treino . Nagbe podia ter tido uma atuação melhor, assim como Morris .

domingo, 1 de novembro de 2015

2015 NASL championship, Análise e previsão dos playoffs



A  NASL chegou a sua fase decisiva, a Championship, das onze equipes quatro se classificaram para essa fase. São elas New York Cosmos, Ottawa Fury, Minnesota United e Fort Lauderdale Strikers. Vamos ver a minha previsão e análise .


New York Cosmos


A lendária equipe do NY Cosmos foi a campeã da Spring season e foi a equipe que mais pontuou na tabela combinada ( Spring season e Fall season ) com isso eles ganharam a Woosnam Cup que leva esse nome em homenagem a Phil Woosnam que foi um dos comissários da clássica da NASL . O NY Cosmos marcou 49 gols e sofreu 30, ficou com um saldo de 19 gols. Eu vejo o NY como o principal favorito ao título além de ser uma das equipes melhores equipes da NASL eles fizeram uma excelente campanha, vale lembrar que essa vai ser última temporada do Raúl e de Marcos Senna o que pode servir dar muita motivação ao time que vai quer buscar o titulo para homenagear os principais jogadores do time e da liga então é por esses motivos que vejo o NY Cosmos como os campeões da NASL 2015 .

Ottawa Fury

O time canadense me surpreendeu nessa temporada, eles não tiveram uma boa campanha na Spring season mas conseguiram se recuperar e ganharam o titulo da Fall Seasson . Eles marcaram 42 gols e sofreram 23, melhor defesa da liga .  Eu acho que eles devem chegar na final e ficar com o vice campeonato .


Minnesota United

Com planos de ir para MLS os campeões da temporada passada fizeram uma bota temporada, eles ficaram em quarto lugar na Spring season e em segundo na Fall season ficando em terceira nas tabelas combinadas , A equipe teve o melhor ataque da liga com 54 gols . Eu acredito que eles devem cair ditante o Fury na semi final .


Fort Lauderdale Strikers

Os azarões da championship, os Strikes feizeram uma Spring season  ruim ficando na oitava posição mas o time teve uma excelente recuperação na Fall season, eles garantiram a vaga na última rodada roubando a vaga do Tampa Bay que  para  mim só ficou de fora da fase final da NASL por que demitiu Thomas Rongen . Apesar dessa recuperção os Strikes devem cair diante ao NY Cosmos .


Semi Final 

New York Cosmos  x  Fort Lauderdale Strikers ( NY Cosmos passa )
Ottawa Fury FC x  Minnesota ( Fury passa )

Final 

New York Cosmos x Ottawa Fury ( NY Cosmos campeão )


Links Relacionados

http://ussupersoccer.blogspot.com.br/2015/02/analise-nasl-2015.html