sexta-feira, 27 de maio de 2016

Estados Unidos vs Bolívia (Amistoso)





Neste sábado dia 28 de maio os Estados Unidos ira jogar seu terceiro e último jogo da serie de jogos de preparação para Copa América 2016 . O adversário a Bolívia que também está na Copa América Centenário, a partida será realizada no  Children’s Mercy Park, Kansas City, Kansas . As duas equipes já se enfrentaram sete vezes, os americanos nunca venceram a Bolívia, são quatro empates e duas derrotas . Bolívia e Estados Unidos já se enfrentaram na Copa America, foi em 1995 pela fase de grupos, os bolivianos venceram por 1a0 .Os Estados Unidos esse ano disputaram cinco jogos esse ano com um recorde de  quatro vitorias e uma derrota, Bolívia jogou apenas duas vezes em 2016 e nos dois jogos os bolivianos sofrearam derrotas .


Convocação

GOALKEEPERS (3): 1-Brad Guzan (Aston Villa), 12-Tim Howard (Colorado Rapids),  William Yarbrough ( León )

DEFENDERS (9): 5-Matt Besler (Sporting KC), 3-Steve Birnbaum (D.C. United), 6-John Brooks (Hertha Berlin), 20-Geoff Cameron (Stoke City), 23-Fabian Johnson (Borussia Moenchengladbach), 14-Michael Orozco (Club Tijuana), 2-DeAndre Yedlin (Tottenham Hotspur) Kellyn Acosta ( FC Dallas)

MIDFIELDERS/FORWARDS (12): 15-Kyle Beckerman (Real Salt Lake), 11-Alejandro Bedoya (Nantes), 4-Michael Bradley (Toronto FC), 8-Clint Dempsey (Seattle Sounders FC), 13-Jermaine Jones (Colorado Rapids), 16-Perry Kitchen (Heart of Midlothian), 10-Darlington Nagbe (Portland Timbers), 17-Christian Pulisic (Borussia Dortmund), 18-Chris Wondolowski (San Jose Earthquakes), 7-Bobby Wood (Hamburg SV), 20-Gyasi Zardes (LA Galaxy), 19-Graham Zusi (Sporting KC)


Análise da Convocação 

Assim como no jogo contra o Equador, a equipe que jogará contra a Bolívia sera os 23 selecionados para Copa América de 2016 . Para mim o setor mais forte do time é a defesa que infelizmente sofreu uma baixa,  Chandler foi cortado por lesão, uma pena ele é muito bom jogador e poderia ajuda ro time tanto na defesa tanto no ataque, Edgar Castillo entrou no lugar dele, Castillo também é bom  jogador mas Chandler com certeza ira fazer falta. No meio os americanos tem peças interessantes, o jovem Pulisic jogou muito bem contra o Equador e vai ser muito na competição e para jogo contra a Bolívia . A decepção para fica com Zusi que para mim seria apenas um alternativa para o U.S. Team, Kljestan podia estar no lugar dele  e  Wondolowski, Kinsmann podia chamar jovens ataques no lugar dele como por exemplo Jack McInerney que tem sido ignorado por anos pelo treinador da seleção americana .





USA XI (4-3-3) Guzam, Besler, Brooks, Cameron, Orozco, Jones, Bradley, Bedoya,Zardes, Dempsey, Zusi .

Bolívia (4-4-2) Viscarra, Cabrera, Bejarano, Gutiérrez, Eguino, Algaranaz, Meléan, Campos, Dalence, Duk , Sacuedo .


Estados Unidos quebram tabum em vencem Bolívia por 4a0 pela primeira vez na historia : Bolívia começou ameaçando e conseguiu um escanteio seu favor, mas foi os americanos que abriram o placar primeiro aos 26 minutos, numa jogada que começou na defesa americana, Bedoya achou Zardes que apareceu bem, ele tocou na saída do goleiro e marcou o gol americano . O segundo gol saiu aos 37 numa cobrança de falta ensaiada, Bradley passou para Bedoya dentro da área que cruzou rasteiro para Brooks mandar para fundo do gol marcando o segundo gol do U.S. Team . O terceiro gol americano saiu numa boa jogada que começou com Zardes pelo lado direito para Bradley que lançou para Wood cruzar dentro da área para Zardes marcar o seu segundo gol do jogo . Aos 65 os bolivianos chegaram com perigo num contra-ataque com Ramalho que chutou para gol mas Guzan defendeu . Os americanos responderam pouco depois depois de bom troca de passe : um-dois com Jones e Nagbe que mandou para Pulisic marcar o quarto gol americano .

Notas 

Guzan (6,5) Foi pouco exigido .

Besler (6,0) Foi bem na esquerda ,

Cameron (6,0)  Foi atento na defesa .

Brooks (7,0) Foi bem na defesa e ainda marcou um gol .

Orozco (6,0 ) Foi seguro pela direita .

Jones (7,0) Muito bemna marcação pelo meio-campo, participou do terceiro gol .

Bradley (7,5) Foi bem na distribuição de passes ena criação de jogadas .

Bedoya (7,5) Deu dois passes que resultaram em Gol .

Wood (7,0) Se movimentou muito bem pelo sue lado, deu passe do terceiro gol .

Dempsey (6,0) Teve uma boa movimentação .

Zardes (8,5) Foi excelente  pelos lados, marcou dois gols .

Johnson  (6,0) Foi bem pelo eu lado .

Yedlin (6,0) Fez um bom papel pela direita .

Pulisic (7,0) Entrou e fez um gol .

Nagbe (7,0) Entrou e fez a jogada do gol .

Zusi e Wondolowski (6,0) Entram para segurar o jogo .

Klinsmann (7,5) Seu time jogou muito bem, suas mudanças no segundo tempo mantiveram o bom ritmo de jogo do primeiro tempo .

Arbitragem : foi bem, teve um jogo fácil .

Bolívia : foi muito mal, foi facilmente neutralizada pelo time americano .


Análise do jogo 

Os Estados Unidos fizeram um bom jogo, dominaram a partida mantendo a maior posse de bola no primeiro e no segundo tempo . Outro ponto muito positivo foi a troca de passes do time americano que conseguiram criar boas oportunidades que resultaram em gol para o time americano . A defesa  estava atenta e neutralizou o time sul-americano . Destaque para Pulisic que novamente entrou muito bem e marcou o seu primeiro gol pelo U.S. Team .

terça-feira, 24 de maio de 2016

Estados Unidos vs Equador (Amistoso)







No dia 25 de maio os Estados Unidos vão disputar o segundo jogo da serie de amistosos de preparação para Copa América Centenário, os americanos já se enfrentaram por dez vezes, com duas vitorias dos americanos, dois empates e cinco derrotas . A última vez que as duas seleções se enfrentaram foi em 2014 no jogo que marcou a despedida de Donovan, a partida termniou empatada por 1a1 . O U.S. Team em seu último amistoso derrotou Porto Rico por 3a1 e está em segundo lugar pelo Grupo C no quarto round das eliminatórias da CONCACAF para Copa do Mundo de 2018 com duas vitorias, um empate e uma derrota . Equador está em segundo lugar nas eliminatórias sul-americanas para Copa do Mundo de 2018 com um recorde de quatro vitorias, um empate e uma derrota, o último jogo dos equatorianos foi uma derrota para Colômbia em jogo válido pelas eliminatórias .

 Convocação

GOALKEEPERS (3): 1-Brad Guzan (Aston Villa), 12-Tim Howard (Colorado Rapids),  William Yarbrough (León)

DEFENDERS (9): 5-Matt Besler (Sporting KC), 3-Steve Birnbaum (D.C. United), 6-John Brooks (Hertha Berlin), 20-Geoff Cameron (Stoke City), 21-Timmy Chandler (Eintracht Frankfurt), 23-Fabian Johnson (Borussia Moenchengladbach), 14-Michael Orozco (Club Tijuana), 2-DeAndre Yedlin (Tottenham Hotspur) Kellyn Acosta (FC Dallas)

MIDFIELDERS/FORWARDS (12): 15-Kyle Beckerman (Real Salt Lake), 11-Alejandro Bedoya (Nantes), 4-Michael Bradley (Toronto FC), 8-Clint Dempsey (Seattle Sounders FC), 13-Jermaine Jones (Colorado Rapids), 16-Perry Kitchen (Heart of Midlothian), 10-Darlington Nagbe (Portland Timbers), 17-Christian Pulisic (Borussia Dortmund), 18-Chris Wondolowski (San Jose Earthquakes), 7-Bobby Wood (Hamburg SV), 20-Gyasi Zardes (LA Galaxy), 19-Graham Zusi (Sporting KC)



Análise da Convocação

Para o este jogo e para jogo contra a Bolívia os Estados Unidos vão usar os vinte e três selecionados para Copa América, Klinsmann chamou bons jogadores para o torneio, Gostei muito da volta do Chandler, ele é Johnson são jogadores diferenciados, o que eu mais gostei foi a defesa, é o melhor setor desse time, Birnbaum e Brooks formam uma dupla de zaga muito interessante . Os nomes no meio campos também me agradaram, só não gostei do Zusi e Wondolowski estarem no time . Para este jogo o lateral Kellyn Acosta e o goleiro William Yarbrough foram adicionados, gosto dele, eles são bons jogadores .







EUA XI : Guzan, Johnson, Brooks, Birnbaum, Yedlin, Bradley, Beckerman, Jones, Zardes, Dempsey, Zusi .

Equador XI : Domínguez, Ramírez, Erazo, Achilier, Paredes, Montero, Noboa, Gruezo, Mena, Bolaños, Valencia  .


Estados Unidos vencem Equador por 1a0 : Aos 7 minutos Equador chegou com perigo depois do alivio da defesa americana o jogador equatoriano chutou a bola desviou no zagueiro americano que obrigou Guzan a mandar para escanteio . Aos 12 minutos  Equador chegou com perigo, Bolanos estava livre na área americana mas Brooks salva . Aos 16 minutos Montero chegou muito bem pela direita, o equatoriano chutou bem mas  Guzan defendeu . Aos 28 minutos os EUA chegaram bem depois de uma bela boa de Dempsey para Zardes que adiantou a bola demais facilitando para o goleiro Dominguez . Nos primeiros 15 minutos do segundo tempo Equador pressionava mais, porém não criava chances claras de gol . Aos 59 minutos os americanos fizeram uma grande jogada em trocas de passe com Nagbe, Wood para Dempsey que mandou em cima da zaga, a bola sobrou para Bradley que  chuta por cima do gol . Aos 71 minutos Zusi faz boa jogada, ele leva para dentro da grande área, cruza rasteiro para Bedoya que manda para fora . Aos 88 minutos Bedoya toca para Yedlin que faz boa jogada, ele cruzou para área, o defensor do Equador aliviou mal, a bola sobrou para Nagbe que abriu o placar para os americanos .

Notas :

Guzan (6,5) Foi Seguro .

Yedlin (8,5) Um dos melhores da partida, defendeu muito bem, ajudou na armação do time e esteve envolvido no gol da vitoria .

Brooks (7,5) Fez desarmes importantes .

Birnbaum (7,0) Foi muito bem na defesa .

Johnson (7,0) Foi bem pelo lado esquerdo tanto na defesa e no ataque .

Bradley (7,0) Marcou bem, fez boa distribuição de passas .

Jones (6,5) Fez um bom jogo no meio campo .

Beckerman (6,0) Marcou bem no meio campo .

Zardes (5,5) Perdeu a melhor chance no primeiro tempo .

Zusi (5,0) Fraco, só criou uma jogada .

Dempsey (6,5) Fez um bom jogo .

Wood (7,0) Entrou no segundo tempo dnado uma nova cara ao time, se movimentou bem .

Nagbe (7,0) Sua melhor partida pela seleção, foi premiado com o gol da vitoria .

Bedoya (6,0) Entrou bem .

Pulisic (7,0) Entrou inspirado, foi importante pelo meio campo .

Besler e Orozco (sem nota, entram no fim)

Klinsmann (6,0) Armou o time muito mal no primeiro tempo, no segundo corrigiu os erros, suas mundas melhoraram o time .

Equador : Fez um bom primeiro tempo, quando pressionou mais . Destaque para Monteiro .

Arbitragem : Foi bem no jogo, acertou nas distribuições dos cartões .



Análise do Jogo 


No primeiro tempo os americanos se defenderam bem mas tiveram problemas para criar jogadas, provavelmente por causa do 4-3-3, não gosto do U.S. Team jogando nesse esquema. No segundo tempo as substituições e a mudança do esquema tático melhoram e muitoa atuação dos americanos, além de ter maior consistência na defesa anulando o time sul-americano, os Estados Unidos tiveram melhor presença de jogo conseguindo criar jogadas, o time fez um bom jogo contra um adversário que vive um momento muito bom .

sábado, 21 de maio de 2016

Copa América Centenário





Hoje, dia 21 de maio foi anunciada a convocação final da seleção americana para Copa América Centenário, torneio que comemora os 100 anos da Copa América que será realizado nos Estados Unidos. Dez equipes da CONMEBOL e seis da CONCACAF vão estar na competição, os Estados Unidos estão no Grupo A, junto de Colômbia, Paraguay e Costa Rica, o grupo é considerado o mais equilibrado da competição.

O treinador da seleção americana Jürgen  Klinsmann tem sido alvos de criticas, principalmente devido ao mal desempenho na Gold Cup de 2015 . A seleção americana disputou quatro jogos esse ano, com três vitorias e uma derrota . Os Estados Unidos estão em segundo lugar pelo Grupo C no quarto round das eliminatórias da CONCACAF para Copa do Mundo de 2018 com duas vitorias, um empate e uma derrota .

A Copa 100 não passa de um torneio amistoso, e para os Estados Unidos o evento em sim é mais importante do que o torneio já que os americanos tem pretensões de sediar a Copa do Mundo de 2016, o ano de 2016 para os Estados Unidos teriam sido bem mais interessante se a seleção americana tivesse se classificado para as Olimpíadas no Rio de Janeiro, isso não aconteceu apesar da boa geração, cabe a federação tentar consertas os erros para que os mesmos não se repitam no futuro .


Confrontos nos Grupo 

Colômbia : Estados Unidos e Colômbia já se enfrentaram dezessete vezes : os americanos venceram três vezes, empataram quatro vezes e perderam dez vezes. As duas equipes já se encontraram por três vezes na Copa América, todas as três com vitorias dos colombianos .

Paraguai :  Estados Unidos e Paraguai já se enfrentaram por seis vezes, os americanos tem um recorde de duas vitorias, dois empates e duas derrotas. Em 2007 as duas equipes se encontram na Copa America, os paraguaios venceram por 3a1 .

Costa Rica : As duas equipes já se enfrentaram trinta e quatro vezes e vai ser a primeira que as duas seleções se enfrentam numa competição fora da CONCACAF em jogos oficiais .

Historia na Competição 

O U.S. Team participou por três vezes na Copa América, a primeira vez foi em 1993, os americanos ficaram na fase do grupos . Em 1995 a seleção americana teve uma impressionante campanha conquistando o quarto lugar, com vitorias sobre a Argentina e Chile . A última participação da seleção americana foi em 2007, os Estados Unidos ficaram na fase de grupos .

Pré lista

Goleiros (5)
: David Bingham (San Jose Earthquakes), Brad Guzan (Aston Villa), Tim Howard (Everton), Ethan Horvath (Molde), Nick Rimando (Real Salt Lake)

Defesas (15): Kellyn Acosta (FC Dallas), Ventura Alvarado (Club America), Matt Besler (Sporting Kansas City), Steve Birnbaum (D.C. United), John Brooks (Hertha Berlin), Geoff Cameron (Stoke City), Edgar Castillo (Monterrey), Timmy Chandler (Eintracht Frankfurt), Brad Evans (Seattle Sounders FC), Omar Gonzalez (Pachuca), Eric Lichaj (Nottingham Forest), Matt Miazga (Chelsea FC), Michael Orozco (Club Tijuana), Tim Ream (Fulham), DeAndre Yedlin (Sunderland)

Meio-campistas (12): Kyle Beckerman (Real Salt Lake), Alejandro Bedoya (FC Nantes), Michael Bradley (Toronto FC), Mix Diskerud (New York City FC), Fabian Johnson (Borussia Moenchengladbach), Jermaine Jones (Colorado Rapids), Perry Kitchen (Heart of Midlothian), Alfredo Morales (Ingolstadt), Darlington Nagbe (Portland Timbers), Lee Nguyen (New England Revolution), Danny Williams (Reading FC), Graham Zusi (Sporting Kansas City)

Atacantes  (8): Jozy Altidore (Toronto FC), Clint Dempsey (Seattle Sounders FC), Ethan Finlay (Columbus Crew), Jordan Morris (Seattle Sounders FC), Christian Pulisic (Borussia Dortmund),Chris Wondolowski (San Jose Earthquakes), Bobby Wood (Union Berlin), Gyasi Zardes (LA Galaxy)

Convocação Oficial


GOALKEEPERS (3): 1-Brad Guzan (Aston Villa), 12-Tim Howard (Colorado Rapids), 22-Ethan Horvath (Molde IK)

DEFENDERS (8): 5-Matt Besler (Sporting KC), 3-Steve Birnbaum (D.C. United), 6-John Brooks (Hertha Berlin), 20-Geoff Cameron (Stoke City), 21-Timmy Chandler (Eintracht Frankfurt), 23-Fabian Johnson (Borussia Moenchengladbach), 14-Michael Orozco (Club Tijuana), 2-DeAndre Yedlin (Tottenham Hotspur)

MIDFIELDERS/FORWARDS (12): 15-Kyle Beckerman (Real Salt Lake), 11-Alejandro Bedoya (Nantes), 4-Michael Bradley (Toronto FC), 8-Clint Dempsey (Seattle Sounders FC), 13-Jermaine Jones (Colorado Rapids), 16-Perry Kitchen (Heart of Midlothian), 10-Darlington Nagbe (Portland Timbers), 17-Christian Pulisic (Borussia Dortmund), 18-Chris Wondolowski (San Jose Earthquakes), 7-Bobby Wood (Hamburg SV), 20-Gyasi Zardes (LA Galaxy), 19-Graham Zusi (Sporting KC)

Timmy Chandler lesionado saí, em seu lugar entra Edgar Castillo (  Monterrey ) - 27/05/2016


Análise

Eu gostei da convocação feita por Klinsmann, com jogadores interessantes, o treinador da seleção americana montou uma forte defesa, que foi o setor que eu mais gostei dentro dos convocados .  Gostei da volta do Chandler, ele e Jonhson são jogadores diferenciados e juntos são importantes para o U.S. Team . Outra boa escolha de Klinsmann foi chamar Wood e Pulisic que se destacaram na Alemanha esse ano . A única dúvida foi no ataque, a lesão do Altidore foi uma grande baixa para a seleção americana, Jack McInerney poderia ser uma boa escolha, mas ele é sempre ignorado por Klinsmann, Zusi e Wondolowski são os únicos nomes que não me agradaram, eles poderia ser substituídos por Kljestan que está fazendo um excelente retorno da MLS e McInerney que já mencionei que seria uma boa alternativa para o ataque dos Estados Unidos .



Minha Convocação 

Goleiros : Tim Howard, Brad Guzan e William Yarbrough . ( 3 )

Defesas : Matt Besler, John Brooks, Geoff Cameron, Omar Gonzalez,Matt Miazga,DeAndré Yedlin, Timothy Chandler, Fabian Johnson e  Brek Shea ( 9 )

Meias : Michael Bradley, Will Trapp, Dillon Powers,Jermaine Jones, Sasha Kljestan, Ethan Finlay e Sebastian Llegtet ( 7 )

Atacantes : Jozy Altidore, Clint Dempsey, Jack McInerney e Jordan Morris ( 4 )

Eu dei preferências aos jogadores que disputam a MLS ao invés do que estão na Europa por questões físicas, jogadores que atuam no continente europeu jogaram por uma temporada inteira e a maioria está fisicamente comprometido . Alguns nomes que são esnobados por Klinsmann também fazem parte do meu time , jogadores como : Kljestan que teve um excelente retorno a MLS, Jack McInerney que jogou muito bem no Montreal Impact, Powers e Trapp que são um dos melhores volantes da MLS e Sebastian Llegtet que jogou muito bem em 2015 .

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Estados Unidos vs Porto Rico (amistoso)





No dia 22 de maio o U.S. Team abre a serie de três amistosos como preparação para Copa América Centenário, torneio sediado nos Estados Unidos que celebre os 100 anos da competição . O primeiro jogo será contra Porto Rico, o segundo adversário será o Equador no dia 25 e o terceiro a Bolívia no dia 28 de maio. Estados Unidos e Porto Rico se enfrentarão pela primeira vez na história, o jogo será realizado no estádio em Porto Rico, no estádio Juan Ramón Loubriel Stadium que será  casa do futuro time da NASL Puerto Rico FC, que ira se afiliar a liga na Fall Season deste ano .

Politica 

Porto Rico é um território não incorporado dos Estados Unidos. Isto significa que Porto Rico pertence aos Estados Unidos, mas não forma parte dele. De acordo com os resultados insulares julgados pela Suprema Corte dos Estados Unidos, os direitos constitucionais não são automaticamente estendidos a todos os territórios sob controle dos Estados Unidos. Os territórios e seus cidadãos têm o direito à proteção da Constituição dos Estados Unidos, embora poucas exceções, como os estados não incorporados que formam "parte integrante" da nação. ( texto do Wikipédia )

Curiosidade

Chris Armas que jogou na seleção americana e nasceu nos Estados Unidos jogou pelas duas equipes, por Porto Rico foram cinco jogos e pelo U.S. Team foram 66 jogos e dois gols .


Convocação 

Goleiros (3): Brad Guzan (Aston Villa), Tim Howard (Colorado Rapids), Zack Steffen (SC Freiburg)

Defesas (7): John Brooks (Hertha Berlin), Geoff Cameron (Stoke City), Eric Lichaj (Nottingham Forest), Matt Miazga (Chelsea), Michael Orozco (Club Tijuana), Tim Ream (Fulham), DeAndre Yedlin (Tottenham)

Meio-Campistas (7): Alejandro Bedoya (Nantes), Emerson Hyndman (Fulham), Fabian Johnson (Borussia Monchengladbach), Perry Kitchen (Heart of Midlothian), Alfredo Morales (Ingolstadt), Caleb Stanko (SC Freiburg), Danny Williams (Reading)

Atacantes (5): Paul Arriola (Club Tijuana), Julian Green (Bayern Munich), Fabrice Picault (FC St. Pauli), Amando Moreno (Club Tijuana), Bobby Wood (Hamburg)


Análise da Convocação 

Eu gostei muito dos jogadores convocados por Klinsmann, principalmente dos jogadores jovens  como Stanko, Arriola, Hyndman, Miazga, Moreno e Steffen que se destacaram pelos times sub20 e sub23 dos Estados Unidos e há algum tempo mereciam ser mais valorizados e convocados para o time principal . A novidade entre os convocados é Fabrice Picault  que se destacou na NASL e hoje está FC St. Pauli . Bobby Wood que se destacou na Bundesliga2, inclusive bateu o recorde de maior artilheiro americano da liga alemã de todos os tempos é uma boa escolha escolha pelo treinador do U.S. Team, Klismann também chamou alguns veteranos como Bedoya que não tem jogado bem na seleção americana ultimamente mas não deixa de ser uma peça importante e Fabian Johnson que fez uma excelente temporada no Borussia Monchengladbach .

Gostei de todos os nomes nessa convocação, essa equipe pode facilmente disputar os três amistosos que a seleção americana ira disputar esse mês, desses vinte dois jogadores, sete não vão poder disputar a Copa America porque não estão na pré lista dos 40 jogadores escolhidos pelo treinador do U.S. Team, eles são : Arriola, Moreno, Fabrice Picault, Caleb Stanko, Zack Steffen, Julian Green e Hyndman .



EUA XI :
Guzan, Yedlin, Orozco, Brooks, Ream, Kitchen, Williams, Bedoya, Morales, Arriola e Wood .

Porto Rico XI : Sanchez, Martínez, Vélez, D'Andrea, Hall , Clark, Sánchez, Rivera, Marrero, Betancur .


Estados Unidos derrotam Porto Rico por 3a1 : A seleção começou criando algumas chances logo no inicio do primeiro tempo, mas até os 10 primeiros minutos o placar continuava empatado, o jogo ficou morno mas aos 20 minutos Ream abre o placar para os americanos depois do rebote do goleiro de Porto Rico . Após a parada técnica devido ao calor, os americanos voltaram melhor e aos 34 ampliaram depois que Arriola passa para Wood mandar para o fundo do gol . Aos 42 minutos Luis Betancur diminuiu para os donos da casa depois de um belo chute . No segundo tempo, aos 56 minutos Paul Arriola fez o terceiro gol americano decretando a vitoria para o U.S. Team .

Notas :

Guzan (5,5) Não teve culpa no gol .

Yedlin (6,5) Foi muito bem pela seu lado .

Orozco (5,5) Cometeu alguns erros .

Brooks (6,0) Seguro .

Ream (7,5) Defendeu bem e ainda marcou um gol, seu primeiro pelo US Team .

Kitchen (6,0) Fez uma partida regular .

Williams (6,5) Foi presente na marcação no meio campo .

Bedoya (6,5) Criou a jogada do terceiro gol .

 Morales (6,0) Presente no meio campo .

Arriola (8,5) Fez uma assistência e ainda marcou u gol, excelente estreia .

Wood (7,5) Fez um gol, foi oportunista .

Howard (6,0) Não foi exigido .

Hyndman (6,0) Entrou para manter o resultado, foi bem .

Miazga (6,0) Entrou bem na defesa.

Lichaj (6,5) Entrou bem .

Green (5,0) Parecia que não estava em campo .

Picault (6,0) Entrou no fim, o time já estava ganhando, foi só para segurar o resultado, teve poucas chances .

Klinsmann (6,5) Armou o time com jogadores interessantes, podia ter soltado mais a equipe para obter um placar maior .

Porto Rico : Jogou bem, dentro de suas limitações .Méritos para Luis Betancur que marcou um bonito gol .

Arbitragem : Foi bem, num jogo calmo sem polêmicas .


Análise do jogo 


Estados Unidos entram numa formação no entanto estranha, não a nada de errado com o 4-4-2, gosto quando os Estados Unidos jogam com duas linha de quatro, no entanto, Klinsmann botou três volantes de origem no meio campo ( Kitchen,Williams e Morales ) mas foi o suficiente para derrotar Porto Rico numa partida que foi burocrática, muitos provavelmente  queriam um placar mais extenso mas esse amistoso era quase um jogo treino, o time não tinha necessidade de dar tudo de si, fora o forte calor que também contribuiu para o ritmo do jogo. Destaque para Arriola que fez um gol e uma assistência em sua estreia no US Team, ele e Wood foram uma dupla interessante .