sábado, 10 de maio de 2014

Steve Snow : O Herói Esquecido






Nascido em 1971, Steve Snow talvez tenha sido uma das maiores promessas de sua geração, natural de Chicago, Steve teve um excelente histórico no ensino médio, ele é dono do maior recorde do estado de  llinois com 49 jogos consecutivos com um gol em cada jogo, no total Steve marcou 111 gols em quatro temporadas enquanto jogava na Hoffman Estates High School. Steve teve seu primeiro desafio internacional na Copa do Mundo sub-16(17) de 1987, os Estados Unidos ficaram na primeira fase com uma vitória e duas derrotas, Steve deixou sua marca no último jogo do torneio marcando um gol na derrota contra a Coreia do Sul.

Na National Collegiate Athletic Association (NCAA) jogando pela a  Indiana University Steve Snow como calouro levou o time até a semi final e foi artilheiro do torneio, ele tinha um faro notável para marcar gols apesar de nunca ter um físico atlético. Steve costumava jogar em equipas com jogadores que eram um ou dois anos mais velho do que ele e isso levou ele a desenvolver um personalidade forte e agressiva que lhe renderam criticas ao longo de sua carreira.

Em 1989 Steve Snow disputou a Copa do Mundo sub 20 de 1989, ele era uns dos principais jogadores do time, ele marcou cinco gols em sete jogos na eliminatórias e marcou três gols no mundial, no que foi a melhor campanha da seleção americana na Copa do Mundo sub 20, os americanos conquistaram o quarto lugar.





Com a Copa do Mundo de 1994 se aproximando todos se perguntavam se Steve Snow estaria  no mundial que seria sediado pelos Estados Unidos, Snow simplesmente era o maior goleador americano de sua época, de sua geração. Enquanto estava na Copa do Mundo sub-20 de 1989 Snow rejeitou uma proposta do Standard Liège para jogar ao lado se seu irmão na Indiana University, nos anos 80 era muito raro que jogadores americanos fossem procurados por clubes europeus.

Em 1990 Steve Snow foi tentar sua carreira na Europa no mesmo clube que o havia procurando ele em 1989, logo em seu primeiro ano no clube belga ele foi emprestado para um time que disputava a terceira divisão. Steve mostrou que merecia mais e que realmente era um jogador diferenciado no Pan Americano de 1991, Ele foi o artilheiro com 4 gols e ajudou o U.S. Team a conquistar pela primeira vez a medalha de ouro no Pan Americano na história.

O Estados Unidos estavam classificados para os jogos olímpicos de Barcelona em 1992, jogadores como Alexi Lalas, Joe Max Moore, Cobi Jones, Mike Burns, Chris Henderson, Brad Friedel, Mike Lapper e Claudio Reyna estariam jogando as Olimpíadas e também estariam na Copa do Mundo de 1994 além de terem se tornando os principais jogadores do U.S. Team mas foi Steve Goleador Snow que  foi o responsável por levar os Estados Unidos para Barcelona, ele marcou nove gols em cinco jogos, marcado gols nas vitórias contra Honduras, Canadá e México. A seleção americana ficou em primeiro lugar no pré olímpico da CONCACAF fato que o U.S. Team nunca conseguiu repetir.




Nas olimpíadas de 1992, o U.S. Team teria a Itália como o primeiro adversário, Snow não aceitou bem as opções tomadas pelo treinador treinador Lothar Osiander, que optou por uma estrategia mais defensiva, deixando ele no banco. Os americanos perderam por 2a1, Steve Snow criticou treinador publicamente  "Esta equipe não estaria aqui sem mim ... Isso é a coisa mais ridícula que eu já vi. Não achou que poderíamos ganhar o jogo. Ele queria sair com um empate 0-0. Ele pensou italianos eram deuses. "  "Eu não posso nem encará-lo. Eu estou tão bravo com ele, é inacreditável, "Snow disse à imprensa. Foi a pior coisa que já me aconteceu. " Osiander prontamente reagiu, dizendo à imprensa que ele começou uma tática focada em combater habilidade da Itália com velocidade e defesa, nenhuma das quais Snow tinha. Snow continuo a criticar o treinador mas antes do segundo jogo Snow se desculpou publicamente. Mesmo com uma vitória de 3a1 sobre o Kuwait e um empate contra a Polônia por 2a2 os americanos foram eliminados, Snow marcou um gol nos dois jogos.

Depois dos jogos olímpicos Snow retornou a Bélgica, para jogar no FC Bloom, em apenas sete jogos Snow marcou três gols mas no outono de 1992 Snow rasgou o ACL e menisco do joelho esquerdo durante um treino, o que foi o inicio do fim, Snow retornou aos Estados Unidos para jogar no Chicago Power (NPSL) mesmo time que seu irmão Ken Snow jogava. Nos Estados Unidos Snow viu a ambiciosa preparação da seleção americana para Copa do Mundo de 1994, o lendário treinador do U.S. Team  Bora Milutinovic havia montado um grupo em Mission Viejo, na Califórnia. Esses jogadores eram ´´ contratados´´ pela federação americana já que o país ainda não tinha um liga de alto nível, como era contratados pela federação eles podiam treinar em tempo integral além de disputarem muitos amistosos fortalecendo o entrosamento entre os jogadores. Snow ficou de fora desse grupo e nunca mais foi chamado para jogar no U.S. Team, um ano após a Copa do Mundo Snow voltaria a sofrer com problemas no joelho e em 1995 aos 24 anos ele encerraria sua carreira.


Steve Snow com certeza foi um dos jogadores americanos mais prejudicados com lesões, se não foi o que mais foi prejudicado. Seu histórico é surpreendente, ele era um artilheiro nato, e sempre haverá um debate por que o treinador Bora Milutinovic nunca convocou Snow, muitos falam quem o treinador da antiga Yuoguslavia não tolerava indisciplinas ou até mesmo que Snow não se adaptou ao estilo de jogo do treinador, mas vale apena acrescentar que havia muita competição entre os jogadores e era difícil entrar nos acampamentos de treinamentos do U.S. Team,  e os jogadores escolhidos por Milutinovic tiveram longas carreiras, mesmo assim eu acredito que Steve Snow merecia muito mais, talvez as graves lesões sofridas por ele tenham afetado o seu potencial, impedindo que ele jogasse tudo o que ele realmente poderia jogar, ainda acho que ele poderia ter jogando na Major League Soccer como muitos jogadores americanos de sua geração que encerraram suas carreira prematuramente numa época em que o país estava lutando pelo profissionalismo no futebol. Hoje Snow é pai de duas filhas e é dona de uma pizzaria.






Fontes :

http://en.wikipedia.org/wiki/Steve_Snow

http://www.mlssoccer.com/news/article/2014/05/09/usmnt-world-cup-hero-who-never-was-word


Nenhum comentário:

Postar um comentário