terça-feira, 19 de novembro de 2013

U.S. Soccer Centennial : Estados Unidos na Copa do Mundo de 1990 *2

Rumo a Copa do Mundo




No dia 4 de julho de 1988 os Estados Unidos foram presenteados com a notícia que sediariam a Copa do Mundo de 1994, desde de sua folclórica participação na Copa do Mundo de 1950 os Estados Unidos não participavam de um Mundial. Já classificados para Copa do Mundo seguinte (1994) os americanos tinham como missão ir para Copa do Mundo de 1990 na Itália, os Estados Unidos não teriam o México como adversários nas eliminatórias, os mexicanos foram punidos e impedidos de jogar em qualquer competição internacional por usarem jogadores com idade adulterada nas eliminatórias para Olimpíadas de 1988, não tendo os seus maiores rivais como obstáculo os Estados Unidos viram suas chances de ir para Copa do Mundo de 1990 crescerem significativamente.

Os Estados Unidos entram na segunda rodada das eliminatórias da CONCACAF e jogariam contra a Jamaica que havia passado por Porto Rico na primeira rodada, o primeiro jogo foi em Kingston, Jamaica no qual os americanos ficaram no 0a0 contra os anfitriões. No jogo de volta frente a 6 mil torcedores os americanos bateram os jamaicanos por 5a1 e avançaram para fase final das eliminatórias que também valia como torneio continental (CONCACAF Championship 1989 foi a décima e última edição do Campeonato CONCACAF realizada sob o formato de servir como qualificação para o Mundial de 1990 e não tendo nenhum país anfitrião para a rodada final).

Logo após a vitória contra Jamaica a federação americana anunciou que iria contratar jogadores como contratados próprios com objetivo de fazer que eles se comprometessem mais com a seleção, apesar que empréstimos para clubes eram permitidos, houve uma troca no comando também, Bob Gansler foi contratado como treinador substituindo Lothar Osiander (1986 a 1988 no comando do US Team).

Os americanos estavam na rodada final das eliminatórias da CONCACAF e teriam Costa Rica, Trinidad e Tobago, Guatemala e El Salvador como adversários. Em seu primeiro jogo a seleção americana jogou como visitante contra a Costa Rica e saíram derrotados por 1a0, no jogo de volta os Estados Unidos vingou-se do resultado e derrotou os costarriquenhos por 1a0, o goleiro David Vanole defendeu uma penalidade no final do jogo garantido a vitória para os Estados Unidos. No próximo jogo, os Estados Unidos receberam a seleção de Trinidad e Tobago, os visitantes empataram nos minutos finais e o jogo terminou 1a1.

No seu quarto jogo os Estados Unidos receberam a Guatemala, os americanos venceram por 2a1, com cinco pontos em quatro (na época, vitória valia dois pontos) dos quatro jogos restantes, três seriam fora de casa, o caminho para Copa do Mundo estava se tornando mais complicado para os americanos que no seu quinto jogo foi a El Salvador e venceu os donos da casa por 1a0, com gol de Hugo Perez.


Shot Heard Round the World

Apesar da boa vitória fora de casa contra El Salvador os Estados Unidos desapontaram e empataram com a Guatemala por 0a0 fora de casa e com El Salvador também por 0a0 em casa, as duas equipes já estavam sem possibilidade para ir para Copa do Mundo, com esses resultados os Estados Unidos teriam de vencer Trinidad e Tobago para conseguir se classificar para Copa do Mundo enquanto Trinidad e Tobago só precisava de um empate.



No dia 19 de Novembro de 1989, cerca de 35 mil torcedores estavam no estádio em Port-of-Spain para apoiar a seleção de Trinidade e Tobago, aos 31 minutos aconteceria um dos gols mais mitológicos da historia do futebol dos Estados Unidos quando Tab Ramos tocou para Paul Caligiuri que driblou o zagueiro e surpreendeu o goleiro de Trinidade e Tobago com um chute de 25 metros com o pé esquerdo, o gol ficou conhecido como ´´ Shot Heard Round the World ´´ e classificou os americanos para Copa do Mundo depois de uma espera de 40 anos.















De Volta ao Mundo

Depois de 40 anos desde de sua folclórica participação na Copa do Mundo de 1950 finalmente os Estados Unidos estavam de volta ao mundo, os americanos entraram para Copa do Mundo de 1990 na Itália com uma equipe jovem com média de idade de 23 anos, o time em sua maioria era formado por jogadores que atuavam em ligas nos Estados Unidos e ainda havia jogadores universitários, somente quatro jogadores da seleção yankee jogavam na Europa: Tab Ramos no Figueres da Espanha, Peter Vermes jogando no FC Volendam da Holanda, Christopher Sullivan no Győri ETO FC da Hungria e Paul Caligiuri no SV Meppen na Alemanha. Os americanos caíram no Grupo A que tinha Itália dona da casa e tri campeã mundial, Tchecoslováquia finalista por duas vezes em Copas do Mundo e Áustria semi-finalista por duas vezes em Copas do Mundo, além de ter que enfrentar gigantes do futebol os Estados Unidos sofreram o revés de perde dois de seus jogadores mais experientes por lesão : Hugo Perez (que jogaria na Copa de 94) e Rick Davis ex NY Cosmos que se aposentaria por lesão.



No primeiro jogo da Copa do Mundo de 1990 os americanos adotaram uma formação ofensiva
jogando num 3-4-3 para enfrentar a Tchecoslováquia  mas acabaram sofrendo uma  pesada derrota por 5a1. Os tchecoslovacos abriam o placar aos 25 minutos com Tomáš Skuhravý, ainda no primeiro tempo a Tchecoslováquia ampliou com Michal Bílek em cobrança de pênalti aos 39 minutos.

Os Estados Unidos começaram começaram o segundo tempo perdendo por 2a0 e as coisas começaram a piorar quando aos 52 minutos Ivan Hašek marcou o terceiro gol dos tchecoslovacos, dois minutos depois de levar o terceiro gol, Eric Wynalda foi expulso depois de dar um empurrão em Jozef Chovanec revidando faltas que ele tinha sofrido.

Aos 61 minutos  Paul Caligiuri pós os Estados Unidos de volta ao jogo reduzindo a vantagem dos tchecoslovacos para dois gols, aos 78 minutos a Tchecoslováquia acabariam com qualquer esperança dos americanos de reação na partida com o gol de Tomáš Skuhravý o segundo dele no jogo.




O segundo jogo dos americanos na Copa do Mundo de 1990 foi contra a tri campeã e anfitriã do torneio, a Itália. Após da derrota contra a Tchecoslováquia a moral dos americanos estava em baixa e seus adversários tinham perdido o respeito por eles. Contra a Itália os Estados Unidos escolheram uma formação mais defensiva, um 5-3-2, apesar disso aos 11 minutos Giuseppe Giannini fez o primeiro gol da partida para os italianos, parecia que os Estados Unidos iram ser goleados novamente mas os americanos puxaram os galões e mostraram que não era favas contadas e seguraram o time italiano. A melhor chance dos americanos veio numa cobrança de falta batida por Bruce Murray, Walter Zenga não conseguiu segurar dando o rebote para Peter Vermes que chutou sobre o gol. Depois do jogo Azeglio Vicini, declarou: "Os norte-americanos provaram que são uma equipe excelente, nada como a equipe que perdeu por 5-1." Bob Gansler disse, "esta é a equipe dos Estados Unidos que eu conheço."




A última partida para os americanos na Copa do Mundo foi contra a Áustria num jogo muito duro e com muitas faltas, os Estados Unidos ficaram com um homem mais quando Peter Artner foi expulso aos 34 minutos do primeiro tempo, apesar da vantagem foram os austríacos que abriram o placar com Andreas Ogris aos 52 minutos do segundo tempo. Aos 65 minutos Gerhard Rodax ampliaria para Áustria dando uma vantagem de dois gols para sua equipe, o gol americano saiu aos 85 minutos com Bruce Murray, o jogo acabou com a vitoria da Áustria por 2a1.

Estatísticas nas Eliminatórias  Copa do Mundo 

Classificação Final

PldWDLGFGAGDPts
 Costa Rica8512106+411
 United States843163+311
 Trinidad and Tobago833275+29
 Guatemala611447−33
 El Salvador602428−62

Jogos

1989 CONCACAF Championship qualification (CONCACAF Second Round)

Jamaica 0 x 0 Estados Unidos
Estados Unidos 5 x 1 Jamaica

1989 CONCACAF Championship

Costa Rica 1 x 0 Estados Unidos
Estados Unidos 1 x 0 Costa Rica
Estados Unidos 1 x 1 Trinidade e Tobago
Estados Unidos 2 x 1 Guatemala
El Salvador 0 x 1 Estados Unidos
Estados Unidos 0 x 0 Guatemala
Estados Unidos 0 x 0 El Salvador
Trinidade e Tobago 0 x 1 Estados Unidos

Artilheiros :

Frank Klopas : 2 gols
Hugo Perez : 2 gols
Brian Bliss, Paul Krumpe, Tab Ramos, Bruce Murray, Paul Caligiuri, Steve Trittschuh e Eric Eichmann : 1 gol




Estatísticas na Copa do Mundo 

Artilheiros :

Bruce Murray e Paul Caligiuri : 1 gol

Grupo A

TeamPldWDLGFGAGDPts
 Italy330040+46
 Czechoslovakia320163+34
 Austria310223−12
 United States300328−60

Posição Final : Vigésimo Terceiro.



Análise do time 

Particularmente gosto muito do time da Copa do Mundo de 1990, os americanos conseguiram uma classificação heroica para o mundial  e mesmo com as três derrotas os Estados Unidos deixaram  impressão muito boa na Copa do Mundo tanto que depois da Copa do Mundo de 1990 muitos dos jogadores da seleção americana se transferiram para Europa, eles foram os pioneiros na volta dos Estados Unidos ao futebol mundial. Os americanos que aturam na Copa de 1990 foram pioneiros no futebol em seu país, são responsáveis pelo retorno dos Estados Unidos em Copas do Mundo e contribuíram pelo crescimento no esporte nos Estados Unidos .




Seleção dos Estados Unidos na Copa do Mundo de 1990 .



Treinador : Bob Gansler

Goleiros :

1. Tony Meola 21 de fevereiro de 1969 (21 anos) United States U.S. Soccer Federation (EUA)
18. Kasey Keller 29 de agosto de 1969 (20 anos)  Portland Timbers (EUA)
22. David Vanole 06 de fevereiro de 1963 (27 anos) Los Angeles Heat (EUA)

Defesas :

2. Steve Trittschuh 24 Abril 1965 (25 anos) Tampa Bay Rowdies (EUA)
3.John Doyle 16 de março de 1966 (24 anos)  S.F. Bay Blackhawks  (EUA)
4. Jimmy Banks 02 de setembro de 1964 (25 anos)  Milwaukee Wave (EUA)
5. Mike Windischmann (C) 6 de dezembro, 1965 (24 anos) Albany Capitals (EUA)
15.Desmond Armstrong 02 de novembro de 1964 (25 anos) Baltimore Blast (EUA)
17.Marcelo Balboa 8 de agosto de 1967 (22 anos) San Diego Sockers (EUA)

Meio Campo :

6 .John Harkes 08 março de 1967 (23 anos) Albany Capitals (EUA)
7.Tab Ramos 21 de setembro de 1966 (23 anos) Figueres  (Espanha)
8.Brian Bliss 28 de setembro de 1965 (24 anos) Albany Capitals (EUA)
12.Paul Krumpe 4 de março de 1963 (27anos)  Real Santa Barbara (EUA)
13.Eric Eichmann 07 de maio de 1965 (25 anos) Fort Lauderdale Strikers (EUA)
14.John Stollmeyer 25 de outubro de 1962 (27 anos) Washington Stars (EUA)
19.Chris Henderson 11 dezembro 1970 (19anos)  UCLA Bruins (EUA)
20.Paul Caligiuri 9 março 1964 (26 anos) SV Meppen  (Alemanha)
21.Neil Covone 31 agosto 1969 (20 anos) Wake Forest Demon Deacons (EUA)


Atacantes :

9.Christopher Sullivan 18 abril 1965 (25 anos) Győri (Hungria)
10.Peter Vermes 21 Novembro 1966 (23 anos) Volendam (Holanda)
11.Eric Wynalda 9 Junho 1969 (20 anos)  S.F. Bay Blackhawks (EUA)

16.Bruce Murray 25 Janeiro  1966 (24 anos) Washington Stars (EUA)


Média de Idade : 23.5
Média de  Jogos : 24.6

Cortados

Goleiro 

Jeff Duback 5 janeiro de 1964 (25 anos) Boston Bolts (EUA)

Defesas 

Kevin Crow 17 de setembro de 1961 (28 anos) San Diego Sockers (EUA)

Meio Campistas 

Hernan 'Chico' Borja 24 de agosto de 1959 (30 anos) Wichita Wings (EUA)
Ted Eck 14 de julho de 1966  (23 anos)  Ottawa Intrepid (Canadá)

Atacantes 

Brent Goulet 19 junho de 1964 (25 anos) Bonner SC (Alemanha)
Jim Gabarra 22 setembro de 1959 (31 anos) San Diego Sockers (EUA)
George Pastor 23 novembro de 1963 (25 anos) Salt Lake Sting (EUA)
Philip Gyau  7 fevereiro de 1966 (24 anos) Maryland Bays (EUA)
Steve Snow 2 março de 1971 (19 anos) Standard Liège (Bélgica)
Frank Klopas 1 setembro de 1966 (23 anos) AEK Athens FC (Grécia)


Rank das Ligas 

1. APSL (15)
2. MISL (5)
3.NCAA (2)
4.Bundesliga 2, Major Arena Soccer League, U.S. Soccer Fereration, Eredivisie, Superleague Greece, Hungarian League, 2 Divisão Espanhola, Oberliga,1 Divisão Belga, Canada Soccer League um jogador cada.

Jogos dos Estados Unidos na Copa do Mundo 1990.

http://ussupersoccer.blogspot.com.br/2013/08/us-soccer-centennial-jogos-da-copa-do.html

Fontes :

http://www.phillysoccerpage.net/2010/05/06/the-us-and-the-1990-world-cup/

http://usasoccerarchive.wordpress.com/1990-world-cup/

http://en.wikipedia.org/wiki/1990_FIFA_World_Cup

http://en.wikipedia.org/wiki/1989_CONCACAF_Championship


http://www.11v11.com/teams/usa/tab/stats/option/appearances/comp/631

http://www.nytimes.com/1988/10/28/sports/soccer-14-players-sign-with-us-federation.html


Nota : Hoje dia 19 de novembro é o aniversário de 24 anos da heroica classificação americana para Copa do Mundo de 1990.

9 comentários:

  1. Wow, you must love soccer, that you've been following them for quite some time now. Though I'm not a fan of any sport, much this one because not that emphasized here, it's good that at least I learn something.

    ResponderExcluir
  2. I did not understand most of this post, but I guess you are very interested in football!

    ResponderExcluir
  3. It's been an up and down journey for the US Soccer team. Soccer is such an interesting sport because you never know when a goal is happening.

    ResponderExcluir
  4. Not easy to read Google Translate because a lot of sentences did not make sense. Anyway, soccer is getting more and more popular in the States. There will come a day when they will also figure prominently in the World Cup.

    ResponderExcluir
  5. I'm not really a fan of soccer but I admire soccer players. It is a very challenging sport that require strength and stamina.

    ResponderExcluir
  6. i tried google translating this, i just didnt get most part. :( one thing is for sure. costa rica has been doing great.

    ResponderExcluir
  7. Oh, I have problems in the translation but I understood your interest in soccer. Must be exciting to know a lot about the different teams and what happened in the World Cup before.

    ResponderExcluir
  8. Now this is one great soccer fan here. I am not much of a fan, but when I do watch soccer, it does get into me and it's intense! :D

    ResponderExcluir
  9. While I love soccer I haven't been able to watch it like I used to. I'm actually awaiting the next world cup.

    ResponderExcluir