sábado, 17 de agosto de 2013

U.S. Soccer Centennial : Estados Unidos na Copa do Mundo de 2006



Rumo a Copa do Mundo de 2006

No segundo round das eliminatórias CONCACAF os Estados Unidos jogaram contra Granada, em casa os americanos venceram por 3a0, no segundo jogo o U.S. Team venceu Granada por 3a2.

No terceiro round das eliminatórias da CONCACAF o U.S. Team estava no Grupo 1 junto de Panamá, Jamaica e El Salvador. Os americanos se classificaram em primeiro lugar com três vitórias, três empates e nenhuma derrota.

TeamPldWDLGFGAGDPts
 United States6330133+1012
 Panama6222811−38
 Jamaica614175+27
 El Salvador6114211−94

No hexagonal final das eliminatórias da CONCACAF, os americanos tiveram uma brilhante campanha conseguindo a classificação para Copa do Mundo de 2006 em primeiro lugar pela primeira vez na história. Com sete vitórias, um empate e duas derrotas, a seleção yankee teve o segundo melhor melhor ataque junto com a Guatemala e tiveram a melhor defesa com apenas seis gols sofridos.

TeamPldWDLGFGAGDPts
 United States10712166+1022
 Mexico10712229+1322
 Costa Rica105141514+116
 Trinidad and Tobago104151015−513
 Guatemala103251618−211
 Panama10028421−172

Artilheiros

7 Gols : Landon Donovan e Eddie Johnson.
4 Gols : Brian McBride e DaMarcus Beasley.
2 Gols : Eddie Lewis, Steve Ralston e Brian Ching.
1 Gol ; Carlos Bocanegra, Kyle Martino, Cobi Jones, Josh Wolf, GregVanney e Taylor Twellman.


A Copa do Mundo de 2006



Estados Unidos na Copa do Mundo de 2006

Após a boa campanha na Copa do Mundo de 2002 a seleção yankee conquistou resultados significativos como uma impressionante serie em 2004 com um recorde de oito vitórias, seis empates e uma derrota. A conquista da Gold Cup de 2005 e uma grande performance na eliminatórias da CONCACAF.

Estados Unidos caíram no Grupo E junto com seleções tradicionais como Itália que era tri-campeã mundial, Rep Tcheca que tinha sido semi-finalista na Eurocopa de 2004 e Gana que sempre foi uma das seleções mais fortes do continente africano.




EUA 0a3  Rep. Tcheca  

Quando os Estados Unidos tiveram a Tchecoslováquia, em sua primeira partida da Copa do Mundo, em 1990, demorou 25 minutos para o time do leste europeu marcar o primeiro gol no que se tornou numa derrota por 5a1 para os americanos, desta vez os tempos era outros, os Estados Unidos tinham um time mais experiente e uma liga profissional com dez anos de vida, enquanto a Tchecoslováquia foi extinta se dividindo em dois países, Rep Tcheca e Eslováquia.

Logo aos 5 minutos do primeiro tempo Koller abriu o placar para os tchecos, aos 36 minutos Rosicky fez o segundo da Rep. Tcheca fazendo que os americanos terminassem a primeira etapa com dois gols de desvantagem. O jogo não era dos Estados Unidos, os americanos simplesmente não conseguiam jogar até  que aos 76 minutos Rosicky marcou o seu segundo gol e o terceiro da Rep Tcheca.





EUA 1a1 Itália  

Após uma pesada derrota para os tchecos os Estados Unidos enfrentariam a Itália, na época os americanos nunca haviam vencido os italianos e para continuar na Copa do Mundo eles teriam que dar o seu melhor contra a Azurra.

Era a oitava vez que a duas seleções se enfrentavam, o melhor resultado dos americanos foi um empate em 1992 por 1a1, Jonh Harkes foi o autor do gol dos Estados Unidos, o outro empate foi em 1984 por 0a0, nesse jogo David Brcic defendeu dois pênaltis dos italianos.

Os Estados Unidos sabiam que precisavam de uma vitória e logo mostraram suas intenções contra os italianos, mas aos 22 minutos Gilardino abriu o placar para Azurra, a seleção yankee deu uma resposta rápida com Bobby Convey que bateu um livre e Zaccardo fez contra.

O jogo se tornaria uma dura batalha, Daniele De Rossi covardemente deu uma cotovelada em Brian McBride e foi expulso, 17 minutos depois Pablo Mastroeni fez uma entrada dura em Pirlo e também foi expulso. No começo do segundo Eddie Pope recebeu o segundo c. amarelo e foi expulso, fazendo que a seleção americana ficasse com nove jogadores em campo. Os Estados Unidos conseguiram segurar o empate graças a excelente atuação do veterano goleiro Kasey Keller.



EUA 1a2 Gana 

Os americanos enfrentaram Gana num jogo de vida ou morte, Gana abriu o placar aos 22 minutos com Draman depois de uma roubada de bola faltosa sobre Claudio Reyna. No final do primeiro tempo aos 43 minutos Clint Dempsey marcou o gol de empate. Ainda no primeiro tempo o árbitro  Markus Merk marcou um pênalti inexistente a favor de Gana, Appiah converteu a cobrança marcando o gol da vitória dos ganeses sobre a seleção americana.


Informações Sobre o Time

Goleiros

Tim Howard 06 março de 1979 (27 anos)  Manchester United (Inglaterra)
Kasey Keller 29 de novembro de 1969 (36 anos)  Borussia Mönchengladbach (Alemanha)
Marcus Hahnemann 15 jun 1972 (33 anos)  Reading (Inglaterra)

Defesas

Chris Albright 14 de janeiro de 1979 (27 anos)  LA Galaxy  (Estados Unidos)
Carlos Bocanegra 25 de maio, 1979 (27 anos) Fulham (Inglaterra)
Cherundolo 19 de fevereiro de 1979 (27 anos)  Hannover 96  (Alemanha)
Jimmy Conrad 12 de fevereiro, 1977 (29 anos)  Kansas City Wizards (Estados Unidos)
Gregg Berhalter 01 de agosto de 1973 (32 anos)  Energie Cottbus  (Alemanha)
Oguchi Onyewu DF 13 de maio, 1982 (24 anos)  Standard Liège (Bélgica)
Eddie Pope 24 de dezembro de 1973 (32 anos)  Real Salt Lake (Estados Unidos)

Meio-Campistas

Pablo Mastroeni 26 ago 1976 (29 anos) Colorado Rapids (Estados Unidos)
John O'Brien 29 de agosto de 1977 (28 ano)  Chivas USA (Estados Unidos)
Eddie Lewis 17 de maio de 1974 (32 anos) Leeds United (Inglaterra)
Clint Dempsey  9 de março de 1983 (23 anos)  New England Revolution (Estados Unidos)
Claudio Reyna (c) 20 Julho 1973 (32 anos)  Manchester City (Inglaterra)
DaMarcus Beasley 24 de maio de 1982 (24 anos)  PSV Eindhoven (Holanda)
Ben Olsen 3 de maio de 1977 (29 anos ) D.C. United (Estados Unidos)
Bobby Convey 27 de maio de 1983 (23 anos) Reading (Inglaterra)

Atacantes

Eddie Johnson 31 de março de 1984 (22 anos)  Kansas City Wizards (Estados Unidos)
Brian Ching 24 de maio de 1978 (28 anos)  Houston Dynamo (Estados Unidos)
Josh Wolff 25 de fevereiro de 1977 (29 anos) Kansas City Wizards (Estados Unidos)
Brian McBride 19 jun 1972 (33 anos) Fulham (Inglaterra)
Landon Donovan 4 de março, 1982 (24 anos)   LA Galaxy (Estados Unidos)


Treinador : Bruce Arena

Idade Média :  28.3
Média de jogos : 41.8

Posição Final : Décimo quinto.
Três jogos com duas derrotas e um empate. Dois gols marcados e seis sofridos.
Artilheiro : Clint Dempsey com um gol.

Rank das Ligas

1. MLS (12)
2. Premier League (5)
3. Bundesliga (2)
4. Bundesliga 2, Football League Championship, Jupiler Pro League e Eredivisie um jogador cada.


Convocação Preliminar/ Eliminatórias 34 Jogadores

Atacantes : Eddie Johnson, Landon Donovan, Brian Ching, Brian McBride, Josh Wolff, Pat Noonan (New England Revolutions/MLS), Conor Casey (Mainz 05/ Bundesliga), Taylor Twellman (New England Revolutions/MLS) e Chris Rolfe (Chicago Fire/ MLS).

Meio Campo : Bobby Convey, Eddie Lewis, Claudio Reyna, Clint Dempsey, Pablo Mastroeni, Ben Olsen, DaMarcus Beasley, Chris Armas (Chicago Fire/ MLS), Chris Klein (Real Salt Lake/ MLS), Steve Ralston (New England Revolutions/MLS),Kerry Zavagnin (Kansas City Wizards/ MLS) , Kyle Martino (Columbus Crew/ MLS) e Cobi Jones (Los Angeles Galaxy /MLS).

Defesas : Eddie Pope, Oguchi Onyewu, Jimmy Conrad, Gregg Berhalter, Steve Cherundolo, Carlos Bocanegra, Chris Albright, Todd Dunivant (Los Angeles Galaxy/ MLS), Cory Gibbs (Feyenoord/Eredivisie), Frankie Hejduk (Columbus Crew /MLS) e Greg Vanney (FC Dallas /MLS).

Goleiros : Tim Howard, Kasey Keller, Marcus Hahnemann, Tony Meola (New York Red Bulls/ MLS), Matt Reis (New England Revolutions/ MLS) e Joe Cannon (Colorado Rapids / MLS).



Minha Visão

Estados Unidos tinha uma equipe muito técnica na Copa do Mundo de 2006, com jogadores que foram importantes para história da seleção americana. Dos vinte e três convocados a maioria realmente merecia estar na Copa do Mundo mas duas ausências merecem ser mencionados: Jason Kreis e Ante Razov, ambos desempenharam uma carreira sólida na Major League Soccer estando entre os dez maiores artilheiros da liga.

Apesar de ter sido eliminado na fase de grupos na Copa do Mundo de 2006 a seleção americana fez uma boa campanha. Conquistou um ponto importante contra a seleção italiana, na verdade os Estados Unidos foram o time com o melhor resultado contra os italianos que conquistaram sua quarta Copa do Mundo. Infelizmente contra Gana os americanos foram prejudicados pela arbitragem o que causou a eliminação da seleção yankee na competição.


Curiosidades 

Kasey Keller foi o único jogador que jogou a Copa do Mundo de 1990 a disputar a Copa do Mundo de 2006.

O empate contra a Itália foi a primeira vez em que os Estados Unidos pontuaram numa Copa do Mundo sediada na Europa.

A Copa do Mundo de 2006 foi a quinta Copa do Mundo consecutiva dos Estados Unidos.

Com três jogadores, Kansas City Wizards foi a equipe da Major League Soccer com mais jogadores. convocados.

Jogos

http://ussupersoccer.blogspot.com.br/2013/12/estados-unidos-na-copa-do-mundo-de-2006.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário